Posted by: ambient1 | July 6, 2010

ENTREVISTA COM MVRDV

Nathalie de Vries

Nathalie de Vries fundou o escritório MVRDV , em 1991, juntamente com Winy Maas e Jacob van Rijs. Os primeiros trabalhos realizados , como o centro de televisão Villa VPRO e o conjunto habitacional para idosos WoZoCo, ambos na Holanda, levaram a aclamação internacional e estabeleceram MVRDV na cena internacional da arquitetura. E recentemente foi votada (44º) como umas das empresas mais inovadoras do mundo na lista da Fast Company.

WoZoCo

Villa VPRO

Qual dos seus projetos foi o mais gratificante e por quê?

N. DV: É o nosso trabalho realizado, mas depois de cinco anos. Não é mais perseguido com o que poderia ou deveria ter sido, apenas vê-lo em pleno uso e acrescendo a  vida diária das pessoas. O arquiteto é esquecido.

Seu trabalho é fortemente apoiado por pesquisa e metodologia, qual é a principal motivação por trás de seu trabalho?

N.DV: Chame isso de atitude. Isso faz parte do nosso trabalho, uma maneira de lidar com o processo de design em si, e também uma maneira de pensar junto e para além. Caso contrário, todo o desenvolvimento arquitetônico poderá estagnar. O que me interessa é o desafio para encaixar todos os diferentes aspectos e disciplinas do projeto em conjunto, como um quebra cabeça complexo.

Como você acha que a arquitetura vai mudar nos próximos 50 anos?

N.DV: O desenvolvimento mais importante é a crescente urbanização da população mundial. No futuro a maiorias das pessoas viverão nas cidades, precisamos responder a este desenvolvimento, criando mais capacidade. Infra-estrutura inteligente, gestão de resíduos, energia e produção de alimentos serão muito importantes no projeto de arquitetura. Ao mesmo tempo, veremos um aumento na eficiência: mais de reutilização de materiais e edifícios. O futuro vai parecer estranhamente familiar.

Que mudanças gostaria de ver na profissão de arquitetura?

N.DV: Temos visto uma mudança rápida de nossas ferramentas de trabalho nos últimos 20 anos, a arquitetura é bem ligada a todas as mudanças na tecnologia da informação. Mas o desenvolvimento de novas técnicas de construção e materiais ficou para trás. Provavelmente arquitetos em 50 anos a partir de agora estarão ainda projetando edifícios, mas usando diferentes parâmetros do que agora.

Você acha que a arquitetura tende a estar na moda hoje em dia?

N.DV: Arquitetura em si está temporariamente fora de moda. Não me importo. Ainda estou projetando edifícios.

O que os estudantes deveriam aprender a partir da revisão dos projetos arquitetônicos que tenham concluído? Você tem algum conselho para esses estudantes?

N.DV: A partir de nossos projetos você pode ver que não existe um estilo MVRDV, mas uma atitude, nossas ações de trabalho utiliza a mesma linguagem mais direta possível, uma agenda e atitude.

Meu conselho para os estudantes seria: Dê uma olhada no que os outros têm feito e, em seguida, faça suas próprias coisas. Você provavelmente conhece melhor.

O que você mais se orgulha na sua carreira, ou qualquer aspecto da vida?

N.DV: Minhas melhores criações são minhas filhas. Na arquitetura de um modo geral estou orgulhoso da maneira que estamos trabalhando hoje, o nosso processo sempre em evolução. O ponto de desenvolvimento a que chegamos e ao tipo de projetos que estamos trabalhando e a forma como concebê-los.

Quem você acha que é o arquiteto mais superestimado, e quem você acha que merece mais crédito / reconhecimento?

N.DV: Qualquer um que nos bate em uma competição é superestimado … por que não nos escolher?

Mais de reconhecimento deve ser dado ao Herman Herzberger. Ele tem influenciado centenas de arquitetos holandeses com o seu ensinamento inteligente.

Qual o aspecto da arquitetura que você acha mais importante? O que é fundamental para a sua prática e seu processo de design?

N.DV: Clientes satisfeitos é essencial. Fundamentalmente, devemos ser felizes também, o projeto deve fazer diferença e nosso processo de design deve ter evoluído depois de cada projeto.

O que inspirou você a se envolver em Arquitetura? O que inspira você agora?

N.DV: Eu gostava de design, técnica, política, moda e línguas. Eu não poderia escolher apenas 1. Ao invés disso eu escolhi estudar arquitetura. Na arquitetura eu posso usar todos os meus interesses. Não há limites para o que me inspira para criar algo. E no final tem que haver um edifício. Essa é uma tarefa muito clara para quem tem dificuldade em fazer escolhas. Há sempre um prazo.

Outros interesses que você tem?

N.DV: Cidades claro, literatura, música, para dar alguns exemplos: o lugar favorito no mundo para mim é o porto de Rotterdam e Berlim. O livro preferido: Istambul, Orhan Pamuk. Música: no momento La Roux, The Killers, Kyteman, Zita Zwoon, Tinariwen.

Qual é a sua hora favorita do dia, e por quê?

N.DV: Para pensar, de manhã cedo com uma xícara de café, para desenhar é a tarde no escritório e a noite para estar com família e amigos.

Qual seria o seu projeto final?

N.DV: Atualizar e redesenhar o centro de Roterdam e fazer alguns edifícios também.

O que você está fazendo no momento?

N.DV: Na verdade, nós estamos trabalhando em parte desse sonho agora em Roterdam. Além disso, nosso trabalho atual é uma variedade empolgante, que varia de uma biblioteca pública para uma sede de um banco e de toda uma cidade chinesa para uma instalação de pequeno porte.

Com quem você mais gostaria de trabalhar em um projeto?

N.DV: No passado, fizemos um estudo para a Vitra, a instalação de uma linha de produção que no fim não foi necessário. Foi uma experiência agradável e seria ótimo trabalhar com Rolf Fehlbaum novamente.

Mirador

Mirador

WoZoCo


Gwangyo Centro de Energia

Anyang Peak

Pavilhão Holandes

Advertisements

Responses

  1. Obrigado por disponibilizar a entrevista.Muito boa de se ler e muito motivadora para os arquitetos que querem fazer a diferença na profissão.
    Aliás,muito bom o seu blog!

    • Deforma,

      Muito Bom que tenha gostado do Blog e a entrevista realmente é inspiradora! Futuramente vou publicar mais conteúdo sobre MVRDV.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: